GestãoEstoque

Leia em 6 minutos

Prazo médio de pagamento e prazo médio de recebimento: como usar? O equilíbrio entre suas contas a pagar e a receber são importantes para a saúde do capital de giro. Leia esse artigo e aprenda como monitorar.

Por Francesca Rodrigues

Você não quer perder uma venda, certo? E para não perdê-la muitas empresas aceitam negociar um prazo de pagamento especial para os seus clientes. Melhor vender parcelado do que não vender, não é?

Mas, quanto mais você demora para receber uma venda, pior para o caixa da empresa.

E não é só esse dado que você precisa acompanhar! O prazo de pagamento dos fornecedores também é essencial para entender o seu caixa.

Continue lendo esse artigo, entenda mais sobre o prazo médio de pagamento e o prazo médio de recebimento e como essas métricas impactam no caixa da sua empresa.

Entendendo o caminho do dinheiro pela empresa

Antes de falarmos sobre prazo médio de pagamento e prazo médio de recebimento é necessário entender o fluxo do dinheiro na sua empresa. Normalmente ele é assim:

a. Você compra uma mercadoria ou matéria-prima;
b. Ele fica em estoque até ser vendido ou processado;
c. Você paga o fornecedor;
c. Você vende esse produto;
e. E só então você recebe pela venda.

Você recebeu o dinheiro referente a venda desse produto depois de ter pago ao fornecedor, percebeu?

Agora imagine que você tenha R$ 50,00 de capital de giro. E com esse valor compra dois sapatos por R$ 25,00 cada. Você pagou por esses produtos a vista e ficou sem capital de giro.

Agora você colocou força total nas vendas e imagina vender cada produto por R$ 50,00. No final do processo você dobrará o seu capital se vender as duas.

Em um determinado momento você vendeu um dos pares de sapato por R$ 50,00. Mas, você vendeu a prazo e só receberá em 30 + 60 dias. Você ainda continua sem dinheiro, tem um par de sapato em estoque e uma promessa de recebimento de R$ 50,00.

Logo em seguida um segundo comprador aparece querendo levar o segundo par de sapato. Você também vende em 30 + 60 dias. Você agora não tem mais nada em estoque e uma promessa de recebimento de R$ 100,00.

Neste ponto o seu negócio congelou, pois o seu capital de giro acabou e você não tem mais como comprar para vender.

É para isso que os prazo médio de pagamento e de recebimento servem: monitorar o tempo que o dinheiro fica fora da empresa. Quanto menor esse ciclo, melhor.

Existe uma terceira variável bem importante que é o prazo médio de estocagem, porém, sobre este tema nós iremos conversar em uma outra oportunidade.

Prazo médio de pagamento

Vamos iniciar pelo prazo médio de pagamento que também é conhecido por PMP. Ele mostra basicamente a quantidade média em dias que a empresa demora para pagar os seus fornecedores.

Quanto maior for o seu prazo médio de pagamento , melhor para o caixa da empresa. Assim dá tempo de você vender, receber pela venda e pagar o fornecedor sem depender de capital externo.

Vamos descobrir o prazo médio de pagamento na prática. Imagine que os pagamentos que eu tenha em aberto são os seguintes:

Fornecedor Valor Comprado em Pago em Prazo em dias
Carolina e Henry Esportes Ltda R$ 1.000,00 01/06 16/07 45
Hadassa e Tomás Calçados ME R$ 1.500,00 10/06 10/07 30
Gabrielly Moda Íntima Ltda R$ 800,00 12/06 02/07 20
Olivia e Carolina Acessórios Ltda R$ 5.600,00 15/06 30/06 15

Perceba que a minha obrigação com o fornecedor Olivia e Carolina Acessórios Ltda tem o valor muito maior do que os outros, mas o prazo de pagamento é menor. Por isso, ele tem uma importância maior que a obrigação com o fornecedor Carolina e Henry Esportes Ltda que a cobrança é de R$ 1.000,00 e o prazo é de 45 dias para pagamento.

Para calcular o prazo médio de pagamento, essa situação também deve ser considerada, seguindo a fórmula:

PMP = Soma de (todos os prazos de pagamento x valor das obrigações) / soma dos valores das obrigações

PMP = (1.000 x 45) + (1.500 x 30) + (800 x 20) + (5.600 x 15) / 1.000 + 1.500 + 800 + 5.600
PMP = 45.000 + 45.000 + 16.000 + 84.000 / 8.900
PMP = 190.000 / 8.900
PMP = 21,34

Neste exemplo, o prazo médio de pagamento é de 21 dias.

Isso quer dizer que entre a data de emissão da NF-e do seu fornecedor e o pagamento por essa mercadoria, a média de dias que a sua empresa paga essas obrigações é de 21 dias.

Ainda é possível observar que a média de prazo de pagamento foi impactada pelo boleto do fornecedor Olivia e Carolina Acessórios Ltda, que tinha um valor maior e um menor prazo.

Nunca se esqueça: quanto maior for o seu prazo médio de pagamento, melhor para o caixa da sua empresa.

Prazo médio de recebimento

O prazo médio de recebimento, ou PMR, é praticamente o oposto. É o tempo que você demora para receber as suas vendas.

É óbvio que oferecer prazos e condições de pagamento para os seus clientes é um atrativo para vender mais, mas você precisa saber que o prazo de recebimento impacta diretamente no seu fluxo de caixa e consequentemente na gestão financeira.

Quanto menor for o seu prazo médio de recebimento, melhor para o seu fluxo de caixa.

Vamos imaginar que os meus recebimentos sejam:

Cliente Valor Vendido em Recebido em Prazo em dias
Anthony Samuel Thales Dias R$ 2.500,00 01/06 16/06 15
Stefany Yasmin dos Santos R$ 1.200,00 10/06 20/06 10
Matheus Elias Cardoso R$ 3.200,00 12/06 20/06 8
Juliana Mariah Emanuelly Cardoso R$ 5.000,00 12/06 20/06 8

Uma informação importante: o PMR é calculado baseado nas informações de recebimento. Logo, o campo data de recebimento deve ser preenchido com o dia que aquela parcela efetivamente foi recebida, não que estava prevista. Por exemplo: imagine que o prazo de vencimento do cliente Anthony Samuel Thales Dias era 10/06, mas ele me pagou só no dia 15, o dia que eu devo considerar é 15/06.

A fórmula para calcular o prazo médio de recebimento é:

PMR = Soma de (todos os prazos de recebimento x valor das obrigações) / soma dos valores das obrigações

PMR = (15 x 2.500) + (10 x 1.200) + (8 x 3.200) + (8 x 5.000) / 2.500 + 1.200 + 3.200 + 5.000
PMR = 37.500 + 12.000 + 25.600 + 40.000 / 11.900
PMR = 9,67

Nesse exemplo, a situação do cliente Juliana Mariah Emanuelly Cardoso aumentou consideravelmente o nosso PMR, pois ele pagou uma conta de maior valor em um menor tempo.

Se você precisar de uma forcinha para fazer esses cálculos, nós criamos uma planilha que faz todo o trabalho para você.

Planilha

Planilha Prazo Médio de Pagamento e Recebimento

Baixe grátis a planilha para cálculo do prazo médio de pagamento e prazo médio de recebimento e monitore o tempo que o seu dinheiro fica fora da empresa.


Como interpretar esses números?

De nada adianta você ter um conhecimento sobre esses números e não fazer nada a respeito.

Se o seu prazo de pagamento é maior que o de recebimento, como o nosso exemplo, você pode ficar mais tranquilo.

Agora se o seu prazo de recebimento for maior que o de pagamento é preciso ficar atento. Isso pode significar que você precisa ter dinheiro em caixa para manter o seu negócio.

Imagine que o meu PMP é 10,40 e o PMR é 25,54. Você precisa ter dinheiro suficiente para financiar a sua operação por 15 dias.

Em uma gestão um pouco mais elaborada você pode perceber que só a análise do PMP e do PMR podem não ser suficientes. Por exemplo, você pode estar com todos esses números ajustados e ter um problema de estoque. É neste momento que a compreensão dos ciclos operacional e financeiro fazem toda a diferença. Mas, falaremos sobre isso em uma outra oportunidade.

Como melhorar meus números?

Para reduzir os riscos de ter um prazo médio de recebimento muito alto e o de pagamento muito baixo, algumas ações podem ser tomadas:

  • Negociar melhores prazos com os fornecedores,
  • Criar descontos e incentivos para pagamentos antecipados dos recebimentos,
  • Controlar a inadimplência.

Se você conseguir chegar no nosso exemplo, onde o prazo médio de recebimento é menor que o prazo médio de pagamento, melhor ainda! Aí o seu número ficará negativo e seus riscos são menores.

Agora queremos saber: você controla esses indicadores? Como funciona na sua empresa? Deixe nos comentários!